Especialidades

Cirurgia Bucomaxilofacial


EXODONTIA TERCEIROS MOLARES

São inúmeros os motivos para indicarmos a extração dos terceiros molares, mais conhecidos como sisos.

Dentre os mais comuns, podemos citar os processos infecciosos e inflamatórios, cárie no próprio terceiro molar ou no dente adjacente, doença periodontal (que acontece nos tecidos em torno dos dentes), reabsorção da raiz do dente vizinho e o desenvolvimento de cistos e tumores. Atualmente, os motivos ortodônticos são uma das maiores incidências de indicações para a retirada cirúrgica dos terceiros molares.

O grau de complexidade da cirurgia depende da posição do dente no osso e sua relação com o dente vizinho, do tamanho e forma da coroa e das raízes, da abertura bucal do paciente e, também, da habilidade e treinamento do cirurgião-dentista.

Naturalmente, numa cirurgia de extração de terceiro molar, os cuidados pós-operatórios são fundamentais para a boa recuperação da cirurgia. É necessário que o paciente faça repouso nos primeiros três dias e tenha restrição de atividades esportivas por, pelo menos, uma semana. A dieta deve ser líquida ou pastosa, de preferência fria ou gelada, por 24 a 48 horas.

Outra exigência é a manutenção da higiene bucal por meio da escovação e uso de antissépticos bucais. A aplicação de compressas de gelo na região operada, por fora da boca, ajuda no controle da dor e do edema formado no pós-operatório. Em geral, o edema, que é o inchaço que ocorre depois da cirurgia, dura em média 48 a 72 horas, quando começa o seu processo de regressão.

Exodontia de Terceiro Molar (Dente do Siso):

Assista o vídeo abaixo sobre o assunto.

CIRURGIA ORTOGNÁTICA

Procedimento cirúrgico odontológico que visa restabelecer um padrão facial normal em pacientes adultos que apresentam um desenvolvimento ósseo facial fora do ideal. O tratamento com a cirurgia ortognática é um procedimento que engloba, sempre, a associação de um tratamento ortodôntico com um cirúrgico para propiciar melhorias estéticas e funcionais na face dos pacientes que a procuram.

Quando o crescimento dos ossos da face se dá fora dos padrões ideais anatômicos, pode ser corrigido pelo ortodontista (até aproximadamente os dezesseis anos de idade). Em adultos, que consequentemente não apresentam mais crescimento ósseo facial, usa-se a alternativa, em casos graves, de reposicionar os ossos da face cirurgicamente. A cirurgia ortognática está indicada para pacientes com desarmonias esqueléticas e dentárias, cuja solução não pode ser propiciada apenas pelo tratamento ortodôntico – pois há um excesso ou falta de crescimento das bases ósseas da face. A cirurgia é indicada para pacientes com retrognatismo ou prognatismo mandibular, que consistem, respectivamente, na retrusão ou protrusão da mandíbula. Outros pacientes podem apresentar também problemas de crescimento na maxila ou até associados na maxila e mandíbula.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Odontologia Estética


Interna-tratamentosManter a saúde bucal é fundamental para uma boa saúde geral. E aliada a manutenção da saúde bucal vem a odontologia estética visando manter a aparência natural dos nossos dentes proporcionando bem estar e auto estima.

Há vários tipos de tratamentos estéticos, é necessário avaliar o mais adequado a cada caso.

A Odontologia Estética trabalha aliada as outras especialidades como a ortodontia, a prótese, implantodontia e a periodontia visando um correto diagnóstico e obtenção de um excelente resultado final.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Clareamento Dental


O que é Clareamento Dental?

Tratamento que visa devolver ao paciente a cor natural dos seus dentes que sofreram escurecimento devido a hábitos alimentares, fumo ou uso de certos medicamentos ou mesmo torná-los mais claros conforme a vontade do paciente. Esse tratamento pode ser realizado no consultório ou em casa pelo paciente com orientação do dentista. O tratamento é bastante eficaz e seguro não causando danos à estrutura dentária.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Coroas de Porcelana


É uma prótese confeccionada totalmente com material estético. Pode substituir um dente que teve sua coroa fraturada ou que teve danos estéticos e permaneceu com a raiz íntegra ou ser confeccionada sobre um implante quando a raiz também é perdida. Possui alta resistência, assim como as coroas metalo cerâmicas.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Implantes dentários


imagesO que é implante dentário

Implante dentário é um cilindro (pino) de titânio colocado dentro do osso, abaixo da gengiva e que tem a função de fazer o mesmo papel da raiz do dente. Em cima do implante é que o cirurgião dentista coloca o dente.

Todas as pessoas podem fazer implantes dentários?

Em saúde as palavras todas, nenhuma, sempre e nunca não devem ser usadas. Algumas vezes o paciente não pode fazer o implante naquele momento ou não pode fazer por uma determinada condição, mas isso não impede que ele venha a poder fazer. O importante em relação ao paciente é que ele tenha um bom estado geral de saúde.

Os implantes dentários rejeitam?

Não, não existe rejeição dos implantes dentários pelo organismo. Os implantes dentários são feitos de titânio e esse material é inerte ao osso. Isso quer dizer que o organismo não percebe que algo foi colocado no osso e por isso tenta fechar o furo feito pela broca para a colocação do implante. Quando o osso preenche esse orifício, ele trava o implante e isso é o que chamamos de osseointegração. Podem ocorrer problemas devido a infecção, qualidade e quantidade óssea ruim, mas não é considerado rejeição.

Pacientes que não tem osso podem receber implantes dentários?

Podem, mas precisam de um trabalho anterior a colocação do implante ou até em conjunto com a colocação do implante. Se a necessidade for de uma quantidade pequena de osso, pode-se retirar da própria boca, da região do queixo ou do túber. E atualmente temos biomateriais de ótima qualidade, que na grande maioria das vezes, substitui a retirada do osso do próprio paciente.

Dói colocar implantes dentários?

Não, a colocação de implantes dentários é muito tranquila em relação à dor. A anestesia é local, exatamente a que se toma para fazer qualquer tratamento dentário. A única fase que poderia causar algum tipo de dor seria na hora de abrir a gengiva, mas hoje em dia nem isso fazemos muitas vezes. Quando chegamos no osso, a dor não ocorre pois o osso não tem inervação, então ele não dói. O pós-operatório é tranqüilo,recomendando analgésico,antibiótico, antiinflamatório e repouso apenas no dia da cirurgia. No dia seguinte o paciente já pode voltar as suas atividades de trabalho, com moderação.

Relacionamos alguns vídeos para que você possa conhecer um pouco mais sobre o assunto:

Implante Dentário X Prótese Fixa Convencional Sobre Dentes:

Implante Dentário Unitário:

Implante Dentário em Mandíbula Edêntula (Prótese Fixa – Protocolo de Mandíbula):

Higiene de Prótese em Mandíbula Edêntula (Protocolo de Mandíbula):

Implante Dentário em Mandíbula (Prótese Removível – Overdenture):

Enxerto Ósseo em Seio Maxilar:

Enxerto Ósseo Bloco:

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Facetas de Porcelana


O que são Facetas Cerâmicas?

Também chamadas de laminados cerâmicos podem corrigir alterações de forma, cor, desgastes ou fechar espaços entre os dentes. Esse material simula bem a textura da estrutura dentária. O tratamento é bastante duradouro pois a cerâmica não altera sua cor.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Lentes de Contato


O que são Lentes de Contato?

São peças fabricadas em porcelana altamente estéticas que permitem pequenas correções estéticas e/ou funcionais como desgastes, fechamento de espaços entre os dentes e correções de posição dentária. São peças muito finas e devido a essa característica exigem mínimo ou nenhum desgaste da estrutura dentária e, apesar disso, são muito resistentes.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Ortodontia


O que é Ortodontia?

Ortodontia é a especialidade odontológica que tem por objetivo diagnosticar, prevenir e tratar os problemas relacionados ao mau posicionamento e mau relacionamento dos dentes (maloclusão) e das estruturas da face (ossos e tecidos moles). Dentes tortos ou que não se encaixam corretamente são difíceis de serem limpos, favorecendo a inflamação gengival, o aparecimento de cáries, acúmulo de tártaro e o desenvolvimento de parafunções ( dor na ATM, ombros, costas, de cabeça, estresse de músculos ). Sem contar que prejudicam a sua aparência. Dentes bem posicionados podem melhorar a estética, o sorriso, a mastigação e a fonação.

Como é o tratamento?

O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, a aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda. Diversos tipos de aparelhos, tanto fixos como móveis, são utilizados para ajudar a movimentar os dentes e alterar o crescimento mandibular. A gravidade do seu problema é que irá determinar qual o procedimento ortodôntico mais adequado e eficaz.

Existe uma idade mínima para iniciar o tratamento ortodôntico?

Não existe idade mínima, mas recomenda-­se que as crianças sejam levadas para a consulta inicial no Ortodontista a partir dos 4 anos de idade. Pessoas adultas e idosas também podem realizar o tratamento ortodôntico. Além de corrigir a posição dos dentes, este auxiliará na obtenção dos espaços adequados para reabilitação com implantes ou próteses, que podem estar comprometidos por inclinações ou migrações dentárias.

Nunca é tarde para colocar a saúde bucal em dia!

Quais os tipos de Aparelhos?

Aparelho fixo :

Este é o tipo mais comum de aparelho; consiste de bandas, fios e braquetes. As bandas são fixadas em volta de vários dentes ou um só dente, podendo ser utilizadas como ancoragem do aparelho, enquanto que os braquetes são presos (colados) na parte externa do dente. Os fios passam através dos braquetes. Com a compressão do fio ao bráquete, através de amarrilhos metálicos ou elásticos, os dentes são tracionados e isso gera a movimentação destes em direção à posição correta. Os aparelhos fixos são geralmente apertados a cada mês para se obter os resultados desejados, que podem ocorrer no prazo de alguns meses até alguns anos. Podem apresentar cores vivas para as crianças, bem como estilos mais claros, preferidos por muitos adultos. Alguns tipos de aparelhos fixos ajudam no controle de hábitos funcionais (chupar dedo, por exemplo). São utilizados também simplesmente para manterem espaços. Os bráquetes deste tipo de aparelho podem ser metálicos e de porcelana( incluindo o de safira).

Aparelhos móveis :

Também podem ser utilizados na manutenção de espaços, porém feitos com base acrílica. São mais utilizados em indicações,como:

1 - Expansores maxilares: aumentam a distância intermolares do palato, através de uma base acrílica com parafuso expansor, fazendo com que os ossos do palato se abram, promovendo o alargamento desta região.

2 - Contentores: fazem a prevenção da recidiva, ou seja, evitam que os dentes se movam de volta à posição anterior. Mais utilizados ao final do tratamento.

3 - Extrabucais: este aparelho atua no crescimento da maxila e mandíbula, podendo também interferir na posição de molares.

Quais os tipos de Tratamento Ortodôntico?

Tratamento Ortodôntico Preventivo

Esse tipo de tratamento previne o aparecimento e progresso de maloclusões. Os aparelhos usados podem do fixos ou removíveis, conforme a necessidade de cada caso. A forma e desenho destes aparelhos dependerá de sua indicação. Um exemplo de aparelho a ser usado aqui nesta fase é o mantenedor de espaços.

Tratamento Ortodôntico Interceptativo

Esse tratamento ajuda a interferir no problema precocemente, evitando que os dentes e a face se desenvolvam anormalmente, colaborando com o melhor desenvolvimento destes. É idealmente executado na fase de crescimento, para atingir seus melhores resultados. Nestes tratamentos, podem ser utilizados aparelhos intra­bucais fixos ou removíveis, bem como os aparelhos extra bucais de ação ortopédica (atuam no crescimento das estruturas ósseas).

Tratamento Ortodôntico Corretivo

Normalmente ocorre no período de dentição permantente completa. O aparelho mais utilizado nesta etapa é o fixo. Neste tratamento, alinhamentos e nivelamentos dentários são executados, além de correções de giros, fechamento e recuperação de espaços, dentre outros.

Tratamento combinado Ortodôntico­ Cirúrgico

Geralmente realizado em pacientes adultos, onde o tratamento somente com aparelhos é insufuciente, pois há uma discrepância esquelética (não apenas um incorreto posicionamento dentário). O tratamento combinado pode trazer ao paciente melhorias estéticas na face, que não seriam possíveis apenas com o tratamento ortodôntico isolado.

A importância de um sorriso atraente não deveria ser substimado. Uma aparência agradável é um atributo vital para a auto­confiança de um indivíduo. A auto­estima de uma pessoa frequentemente melhora na medida que os dentes, lábios e face são conduzidos à uma harmonia. Neste caso, tratamento ortodôntico pode beneficiar sucesso social ou profissional, bem como melhorar a atitude geral de uma pessoa em relação à vida.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Periodontia


O que é Periodontia?

É a especialidade da odontologia que trata da gengiva e de outros tecidos que envolvem os dentes.

O que trata a Periodontia?

Ao especialista em periodontia cabe o tratamento de doenças da gengiva como a gengivite (estágio inicial), a periodontite (estágio avançado) e realizar procedimentos para melhorar a estética do sorriso, como o aumento de coroa clínica e o recobrimento de retrações gengivais.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Prevenção e Manutenção da Saúde Bucal


Quantas vezes ao ano devo ir ao dentista?

A prevenção é a melhor maneira de evitar que lesões de cárie e doenças de gengiva ocorram. Para isso é recomendado que o paciente visite seu dentista pelo menos uma vez ao ano.

O que é feito na consulta de prevenção e manutenção?

Nestas consultas serão realizados o exame clínico e a profilaxia, ou seja, a remoção de placa dental e do tártaro (cálculo dental) assim como, a aplicação de flúor.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Próteses Dentárias


Para que serve a prótese dentária?

Confeccionam-se próteses dentárias para reconstruir um dente que foi fraturado, mas permanece com sua raiz íntegra; ou repor dentes que foram perdidos, no caso da Prótese Total (dentadura) ou Prótese Parcial Removível.

O que são cerâmicas dentais?

As cerâmicas dentais são materiais restauradores altamente estéticos, que melhor simulam a aparência natural de um dente. São uma alternativa restauradora com alta taxa de sucesso.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Próteses sobre Implantes


Quando é necessário o implante dentário?

Quando toda a estrutura dental foi perdida, recorremos aos implantes dentários para substituí-la.

Como são as próteses sobre implantes?

As próteses confeccionadas sobre implantes podem ser de apenas um dente, alguns deles ou todos os de um arco dentário.

Qual o objetivo das próteses sobre implantes?

Elas têm como objetivo recuperar a função mastigatória e a estética.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Restaurações Estéticas


Restaurações Estéticas

Podendo ser realizadas em resina ou cerâmica, visam restaurar a estrutura dental perdida devido a cáries e fraturas ou mesmo podem substituir restaurações esteticamente desagradáveis ao paciente se for indicado.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Tratamento de Bruxismo


O que é Bruxismo?

Bruxismo é uma desordem funcional que pode se manifestar pelo ranger ou apertar os dentes durante o sono e/ou vigília de forma involuntária.

Quais os sinais?

Os sinais de sua presença podem ser desgaste dentário, dor ou cansaço na face ao acordar, dor cervical ou de cabeça.

Qual a solução?

Para amenizar os sintomas e consequências desta disfunção, existem alternativas de tratamento com placas, associadas ou não a outras intervenções.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Tratamento de Canal (Endodontia)


O que é Endodontia?

Endodontia é a especialidade da odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, bem como das doenças que a aflige.

Quando o tratamento de canal é indicado?

Em casos de alterações por cáries, fraturas dentárias, traumas dentários,necessidades protéticas e outras patologias endodônticas, o tratamento de canal está indicado.

Como é o tratamento de canal?

O tratamento do canal da raiz dentária consiste na retirada da polpa do dente, que é um tecido encontrado em sua parte interna. Uma vez que a polpa foi danificada, infeccionada ou morta é removida, o espaço resultante deve ser limpo, preparado e preenchido. Este procedimento veda o canal.
Alguns anos atrás, os dentes com polpas infeccionadas ou mortificadas eram extraídos. Hoje em dia, um tratamento de canal salva muitos dentes que de outra forma teriam sido perdidos.

Quando tratar?

Assista ao vídeo de quando realizar o tratamento de canal.

 Como é feito um tratamento de canal?

No vídeo abaixo você pode conhecer um pouco mais sobre o procedimento.

Como a Koelsch Clinica Odontológica realiza o Tratamento de Canal?

Além da técnica tradicional, trabalhamos também com a técnica mecanizada, que além de mais moderna diminui o tempo de tratamento, podendo, em alguns casos, ser realizado em uma única sessão.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES

Bichectomia


imagesÉ a cirurgia de retirada da gordura das bochechas, as chamadas bolas de Bichat. Essa gordura está presente no corpo, mesmo quando a pessoa não está acima do peso.
A bichectomia é indicada para pacientes que mordem constantemente a parte interna das bohechas, ou para aquelas que gostariam de afinar o rosto, deixá-lo menos redondo, com ângulos mais retos.
A cirurgia é realizada por dentro da boca, com anestesia local, não deixando cicatrizes. O pós-operatório é semelhante a retirada de sisos inclusos. O paciente deve se afastar em média 5 dias do trabalho. São administrados medicamentos para que não haja dor ou desconforto.
O resultado final é visualizado de 3 a 6 meses após a cirurgia.

SOLICITE MAIS INFORMAÇÕES